DECORANDO QUARTOS DIFÍCEIS

Quando um ambiente NÃO tem a planta quadrada ou retangular, as janelas centralizadas, as portas nos cantos e paredes retas, a decoração se torna mais difícil. Se é um quarto, mais difícil ainda e se além disso ele for pequeno, com janelas grandes, paredes em diagonal ou com pilastras à vista… a coisa fica às vezes tão complicada que só móveis projetados especialmente para ele dão conta.

O primeiro grande problema do quarto é: “Onde colocar a cama ?”. E às vezes ela só é possível à frente da janela. Para isso é necessário que a cortina e/ou persiana não permita a passagem da luz quando totalmente fechada. Cortinas em modelo e tecido que não sejam volumosos, principamente se forem até o piso, mas podem ir até um pouco abaixo da janela – é o que prefiro – para evitar acúmulo de poeira e dificuldade no uso. A cabeceira deve permitir conforto aos usuários e acesso à janela. Em quartos pequenos é preciso atenção ao tamanho da cama: A área mínima, razoavelmente confortável para circulação em volta dela é de uns 45 cm… O ideal é 60cm. Se houver guarda-roupa ao lado e a porta não for de correr, 60 cm é o mínimo.

Alguma vezes não há jeito e a cama acaba encostada na parede, como neste quarto para jovens. Uma proteção que distancie o corpo da parede é importante para o conforto do usuário.

Uma parede em diagonal exige planejamento da distribuição dos móveis para manter uma boa circulação e ficar esteticamente bem. Em um quarto grande pode permitir muitas variações, com alguns ou todos os móveis acompanhando a diagonal. Móveis em pequenas dimensões facilitam a distribuição.

Certas vezes a irregularidade é tanta que é necessário usar gesso ou drywall para conseguir organizar e melhorar esteticamente o ambiente (veja a foto do antes – foi criada uma parede para colocar a cama nesta posição)

Veja mais em: http://www.simplesdecoracao.com.br/2014/04/decorando-quartos-dificeis/


Posts em Destaque
Posts Recentes